quinta-feira, 18 de maio de 2017

NÃO RENUNCIAREI, DIZ TEMER APÓS DELAÇÃO DA JBS


O presidente interino Michel Temer (PMDB) fez um pronunciamento em rede nacional no Palácio do Planalto na tarde desta quinta-feira (18) que não renunciará ao cargo, depois de denúncias de envolvimento na compra do silêncio de Eduardo Cunha, em uma delação premiada do dono da JBS. " Nao renunciarei o meu mandato.  Repito, não  renunciarei.
Exijo investigação  plena e muito rapida para os esclarecimentos  dos fatos ao povo brasileiro.
Acusado  por denúncias de que teria assentado com a compra do silêncio  do Ex-Deputado  Eduardo Cunha (PMDB) feita por delatores da JBS, Temer enfrenta sua mais grave crise política.


Da Redação


Nenhum comentário:

Postar um comentário