quinta-feira, 13 de julho de 2017

Vitória perde de 4 para o Vasco e confirma posição de pior mandante do Brasileirão

O Vasco antes do jogo era o pior visitante com apenas um ponto.

O torcedor do Vitória que deixou sua casa na noite chuvosa desta quarta-feira, 12, para ir ao Barradão assistir ao jogo contra o Vasco da Gama, clube que não vencia o rubro-negro há 26 anos, remendado, com oito desfalques, dentre eles o artilheiro Luís Fabiano e o meia Nenê, saiu do estádio muito decepcionado com a derrota por 4 a 1. O Leão começou a rodada como pior mandante até agora no Campeonato Brasileiro 2017 com apenas uma vitória e dois empates, conheceu sua quarta derrota em casa e vai ficar até o fim dessa 13ª rodada no Z4.
O jogo

Thalles driblou Fernando Miguel e mandou para o fundo da rede. Era o segundo do Vasco
Aplicado, o Vasco começou a partida com muita intensidade e uma postura ofensiva, o que deixou o jogo bastante aberto. O primeiro lance de emoção foi com Rafael Marques, que acertou o travessão em cabeçada após escanteio. Era um ensaio. O gol saiu pouco depois, aos, 13. Escudero pegou um rebote e bateu cruzado para o meio da área, e Kanu desviou para o próprio gol: 1 a 0 Vasco.
Em desvantagem, o Vitória passou a tentar pressionar mais o adversário no campo de defesa. Teve chances claras, mas não conseguiu vencer Martín Silva, primeiro com Carlos Eduardo, que desviou cruzamento rasteiro com o bico da chuteira, depois com André Lima, com o gol aberto, e por último Renê após bate-rebate dentro da área.
Segundo tempo
Na segunda etapa, o Vitória aumentou a pressão para tentar a reação. O Vasco manteve a estratégia de se fechar e buscar os contra-ataques. André Lima teve uma chance ao desviar um cruzamento, mas a bola foi fraca e facilitou a defesa de Martín. Em uma das poucas jogadas bem tramadas, Wagner tinha um ataque promissor, mas o árbitro marcou erradamente um impedimento.
O esforço do Rubro-Negro veio aos 25. Kanu, que havia marcado contra, desta vez fez certinho. O zagueiro aproveitou o cruzamento de Patric e mandou no canto esquerdo do goleiro cruz-maltino. Não durou muito a igualdade. Quatro minutos depois, aos 29, Guilherme deu ótimo passe para Thalles, que driblou o goleiro Fernando Miguel e mandou de perna esquerda para a rede: 2 a 1 para os visitantes.
Nos acréscimos o Vasco ainda conseguiu ampliar. Aos 46, o garoto Paulo Victor, que entrou no lugar de Thalles, recebeu sozinho e tocou por cobertura, vencendo Fernando Miguel. Aos 49, Guilherme recebeu dentro da área, se livrou da marcação e fechou a primeira vitória vascaína fora de casa: 4 a 1.
A rodada do Brasileirão desta quarta-feira, os visitantes fizeram a festa além da vitória do Vasco no Barradão, Ponte Preta 0 x 3 Bahia, Atlético Mineiro 0 x 1 Santos, Atlético Paranaense  0 x 2 Cruzeiro, Palmeiras 0 x 2 Corinthians e Fluminense 0 x 1 Botafogo.
Redação CN | Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário